Posts antigos >

Lanchonete da Cidade

Lanchonete da Cidade

Lanchone da Cidade

A Lanchonete ocupa o segundo lugar da minha lista de lugares onde comer em São Paulo, e depois de três idas à sampa eu ainda não tinha conseguido um tempinho pra comer lá. Se bem me lembro, devo ter conhecido o local pelo guia da Veja e esbarrado em algumas críticas em blogs internet afora, a grande maioria dizendo que o burger da Lanchonete está entre os 10 melhores de São Paulo. Isso e a decoração estilo anos 60 me fizeram cair de paixão pelo lugar, sem ao menos ter ido lá de verdade. Aqui em Recife temos a Pin-up Burgeria que eu adoro, e que até abriu uma filial em São Paulo no ano passado – a burgueria é toda trabalhada nas lanchonetes americanas dos anos 50, com lanches maravilhosos. Eu devo nutrir uma paixãozinha por lanchonetes retrô :).

Bem, voltando à Lanchonete da Cidade, eu estive lá para almoçar no mesmo dia em que rolou o Lollapalooza, num domingo. Estava super tranquilo, muitas mesas disponíveis e isso deve ter ajudado no atendimento, que foi super ágil. Aliás, curti muito o atendimento e achei bem eficaz, ao contrário do que muita gente escreveu por aí. Todos muito simpáticos e educados.

Acho que passei mais tempo decidindo o que pedir do que realmente comendo haha. Sério, tudo no cardápio parece muito gostoso! Enfim pedimos as famigeradas Batatas Rústicas como entrada, muito delicinha. Como eu sou @indecisa (rs), acabei pedindo uma recomendação do garçon, que me indicou o BomBom a la Prese. Burger com mussarela de búfala, rúcula e tomate caqui, prensado e acompanhado de batata parafuso. Uma palavra: Espetacular. Não tem como achar o burger medíocre com uma apresentação tão bem cuidada! É tudo muito bonitinho, amo comida bonitinha <3

Lanchone da Cidade

Lanchone da Cidade

Ah! E Marcelo, magrelo, pediu um Hamburger.

Hamburger

Ainda sobrou espaço pra provar o Mini Shake de Ovomaltine. Assim, pequenininho, na medida e delicioso! O melhor shake de ovomaltine que já provei na vida.

Lanchone da Cidade

Lanchonete da Cidade

Lanchonete da Cidade

Vale muito a pena abrir a mão e visitar, nem que seja uma vez por mês. Ou, no meu caso, uma vez por ano.

Al. Tietê, 110, Jardim Paulista
(11) 3086-3399 | www.lanchonetedacidade.com.br

Este post também foi publicado no Gorda Safada.

*

São Paulo: #Gordasafadeando com as #GordasSafadas

Porque Sim

Porque Sim

Porque Sim

Já tô vendo que esse post vai render muita key word pornográfica no google analytics hahahaha

Acho que toda viagem tem aquela parada obrigatória, né? Sempre tem um lugar que é preciso visitar ou uma coisa muito importante pra fazer/ver. No meu caso, a parada obrigatória em São Paulo era o Restaurante Porque Sim, que fica na Liberdade. Venho paquerando essa belezinha desde o início do ano passado, quando Rhariane postou um review lá no Gorda Safada. Como Carol disse nos comentários da postagem, o Porque Sim virou um must eat das gordas safadas haha e eu já tava sonhando com a comida de lá, juro!

Fomos ainda no primeiro dia e foi massa jantar de verdade depois de um dia super louco. Não sei se defino como um encontro de blogueiras, acho estranho haha mas acabou meio que sendo isso mesmo, né? As anfitriãs lindas e safadas (e blogueiras), Carol, Rhariane e Virgínia foram as responsáveis pela realização do meu sonho! Adorei nossas conversinhas e fofocas sobre o mundo virtual hihi Gente, precisamos reunir As Linda em abril! Vamos organizar direito um encontro pra passar a tarde batendo papo e comendo! E claro, gongando!

Não lembro o nome do prato que pedi, burrei e não tirei foto do cardápio, mas lembro que era uma carne empanada com gohan, ovo cozido no vapor da carne e todas essas coisinhas de acompanhamento haha inclusive o tofu, que tava tenso de partir por causa da minha falta de habilidade com o hashi, uma saladinha, missoshiro, um macarrãozinho delícia e… nabo? aipo? não lembro! HALP!

Ah, velho, foi uma das melhores coisas que comi nessa viagem. Sério, ainda hoje eu consigo fechar os olhos e me lembrar da textura da carne, super macia, super gostosa… tô com água na boca! hahahaha Uma certeza: em abril, volto no Porque Sim!

Achei massa o lugar, aqui em Recife não tem muitos restaurantes assim com decoração característica; quando tem é muito forçado, já não é japonês de verdade. E eu ainda me espanto quando entro nos lugares em SP e me deparo com um monte de japas hahahahaha parece coisa de outro mundo! E olha que eu convivi com japoneses por uns 3 anos quando estudava a língua e tudo o mais.

Mas aqui fica o meu sincero apelo: Vamo de novo?

O Porque Sim é um restaurante de culinária típica japonesa existente no bairro Liberdade já há 10 anos. Além de restaurante, ele também conta com karaokê no andar superior. Fica na Rua Tomaz Gonzaga, 75, Liberdade – São Paulo.

*

São Paulo: Mercadão

Antes que o ano acabe, vou dar início à linda série de posts sobre a viagem que fiz com @Linybops à São Paulo em novembro.

E nada melhor que começar com um dos símbolos da cidade: o Mercado Municipal. E foi, tipo, o começo da viagem de verdade. A gente tinha tanta coisa na lista de lugares pra ver/comer/visitar que o Mercadão precisava ser o ponto de partida. Preparem-se pra uma sequência enorme de fotos.

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Mercadão

Sanduíche de Mortadela

Mercadão

Depois de enfrentar uma longa jornada pra conseguir chegar no hostel – fizemos a burrada de chegar na cidade de manhã e acabamos pegando aquela hora do hush terrível no metrô :p – corremos pra 25 de março e esticamos a hora do almoço no Mercadão. Ah, gente, é tudo muito lindo e organizado lá; nenhum mercado de Recife chega perto do que é esse mercado. Fora que ele super é gigaaaaante! Fiquei impressionada com o tamanho da fachada do prédio, toda besta olhando pro teto e pras paredes haha. A arquitetura é muito linda, os detalhes encantam de verdade.

Como saímos da terrinha determinadas a almoçar o tão famigerado sanduíche de mortadela (mesmo eu tetestando mortadela rs), fomos correndo pro mesanino onde quase morremos de esperar por uma mesa. Era uma quinta-feira mas estava super lotado de gente pra comer. Eu tinha lido por aí que em dia de semana o mercado não lotava tanto, mas se aquilo não é lotar, pohan…

O cardápio tem muitas opções de sanduíches mas ficamos com o básico sanduíche de mortadela com mussarela de búfala e tomate seco. É verdade que o sanduíche é enorme. É verdade que metade do sanduíche é uma coisa absurda. É verdade que eu odeio mortadela e não consegui comer a minha parte. Fora que tava muito salgado :p Só um suco de maracujá da fruta pra salvar a minha língua depois desse ataque de sódio. Me dá agonia só de lembrar.

A pedida deve ser mesmo o pastel de bacalhau. Pena que não deu tempo de provar. Fica o aviso pra dona Jacqueline França, que ficou me devendo essa. Vou cobrar na próxima, viu?

O Mercado Municipal de São Paulo fica na Rua da Cantareira, 306 – Sé. Pra chegar lá, a estação mais próxima é a São Bento.

*

Arrabbiata

Numa das minhas buscas no Guia Comer e Beber por um restaurante bom-bonito-e-barato que fique na zona norte de Recife, dei de cara com o Arrabbiata. Ótima localização, ambiente sofisticado e a promessa de comida italiana farta e gostosa por não mais que R$20. Me apaixonei na hora! Passei semanas sonhando em me jogar numa piscina de it macarrão e pagar o equivalente a um Big Mac. Realizei meu sonho no último Restaurant Week, e no domingo passado o namorado resolveu repetir a pedida. É um gênio, minha gente!

O restaurante fica no mezanino do Shopping Plaza, longe do barulho da praça de alimentação e com uma vista bem bonita pro bairro de Casa Forte. A decoração é outra coisa que chama bastante atenção, é tudo muito bonito e bem cuidado, com pimentas pra tudo quanto é lado – além de ser o nome de um molho italiano, arrabbiata quer dizer “com raiva”, “picante”, então a pimenta, símbolo do restaurante, está sempre presente. Aliás, todos os pratos vem decorados com uma pimenta vermelha gigante. É bem bonito.

Como a fome era grande (fomos almoçar às 16h), pedimos o Couvert (R$3,90 por pessoa). Rapidinho nos serviram uma cesta bem farta de pães artesanais recheados, foccacia e pizzette, pesto de brasílico (muito bom!), sardela, role de mussarela de búfala, presunto Parma, tomate seco e caponata. Comi tanto pão que achei que não iria sobrar espaço pro prato principal.

Fui de Battuta di Manzo e Buffala (R$29,70), um nhoque com molho de rotí e um filé mignon grelhado bem generoso, gratinado com rúculas, pomodoro e mussarela de búfala. Sensacional! Massa com uma carne macia, e o pomodoro estava docinho… Hmmm! haha

O namorado, com fome de massa, escolheu o Ravioli Formaggio (R$23,40). Ravioli recheado com mussarela ao molho de tomate e manjericão. Dei uma experimentada e achei o prato bem leve, delicioso.




A cara de sono é de quem encheu a barriga! haha

Não sobrou espaço pra sobremesa. Eu bem tava querendo provar o Tiramisu de lá, mas fica pra próxima. Super recomendo o Arrabbiata pra quem quer comer bem sem pagar um horror de dinheiro, coisa comum nos restaurantes da zona norte.

Arrabbiata
Plaza Shopping Casa Forte – Rua Dr. João Santos Filho, 255, Loja 319-B, Casa Forte
(81) 3304-8704 | www.arrabbiata.com.br

Post também publicado no Gorda Safada.

*

Categorias